sábado, 9 de agosto de 2014

RACIONAIS OU BESTAS

Pérai!
Não subestime as feras que jamais cometeriam atrocidade e aberração dessa natureza, contra sua própria espécie. Os animais se amam acima de tudo amparam e protegem sua prole. Estou tentando dar um sentido ou rótulo para o que está ocorrendo no oriente médio, mais precisamente na Faixa de Gaza. Porém está difícil, não há palavra em nossa ortografia para definir. Haveremos de encontrar um novo vocábulo para qualificar esse lastimável e sanguinário episódio que mais uma vez volta a ocorrer naquela região. A reincidência já se vulgarizou e alguém está levando vantagem, lógico. Por isso persiste o embate entre esses dois antagônicos povos irmãos... Vamos sintetizar uma paródia: “Sinto como se fossem dois animais insignificantes com cérebro de rato, sem querer ofender o roedor. O rato possui um pequeno cérebro, porém um vasto coração, enquanto que os perversos povos em questão, nem isso consegue obter.”.

Bem, são tão explosivos seus sensos de ignorância e agressividade, que ao menor sinal de litígio, a solução de imediato é a violência absoluta, dando início a uma atrocidade ferrenha que damos o nome de guerra. E para nossa amarga lembrança, estamos assistindo ao vivo. Essa solução nefasta em poucos dias ceifa milhares de vidas valiosas e inocentes. Como se essas vidas fossem um poder de barganha sem nenhum valor, mesmo sendo seus próprios compatriotas. Amigos, agora eu faço uma indagação: Toda essa estupides em troca do quê? Bem, estão por trás desses fatos as mesmas razões que se encontram presentes nesse tipo de conflito. Podemos enumerar alguns: poder, fortuna, religião, status, tradição doentia, conflito de fronteiras e outros. Nós, seres humanos temos muito que “queimar as pestanas” tentando entender o que ocorre em determinadas circunstâncias. Há certos dogmas e tradições de seitas e crenças religiosas que afligem seus adeptos e devotos. Podemos citar judeus e muçulmanos, envolvidos nessa guerra. São uns dos povos mais fanáticos e religiosos do mundo.

 É de ficarmos estarrecidos e incrédulos ao sabermos que pessoas com tão alto grau de religiosidade e “Fé“ possam em nome de Deus, serem os autores dessa injusta e cruel tragédia. Seria de bom alvitre e mais coerente para todos, que esses fundamentalistas sem escrúpulos ocupassem seu precioso tempo usando a razão ao invés do fanatismo.  Assim talvez não houvesse carnificinas, e seus cérebros fossem menos contaminados com essa espécie de compulsão que depõem contra eles e os expõem ao ridículo. São mentalidades arraigadas a tradições arcaicas ou obsoletas que a muito estacionaram no tempo, deteriorando suas utilidades. Ridículo por quê? Fácil, são verdadeiros fantoches que desfilam pelas ruas exibindo-se fantasiados com seus trajes gospel. Se essas pessoas fossem menos exibicionistas e radicais, e mais realistas, por certo haveria paz e compreensão em seus territórios e por consequência no mundo.  


Pense nisso, agradeço a todos, abraços até a próxima! 

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. dizem que um rei extremamente sábio contemplava seu reino do alto de seu castelo e eis que seu filho lhe pergunta:
    qual a extensão de nosso reino? o soberano em sua experiência e sabedoria simplesmente diz: até onde nossos olhares alcançam e ainda mais além! mas não te iludas meu filho, em verdade nada disso nos pertence, apenas tomamos emprestado das gerações que estão por vir.
    desde que cristo pisou na face deste planeta jamais houve um dia na história da humanidade em que um povo não estivesse em guerra com outro. e ainda antes.
    e mesmo antes dele grandes homens pregaram a paz e o bem comum. cristo morreu em uma cruz com o coração transpassado por uma lança, que em verdade seria um golpe de misericórdia para com seu sofrimento uma vez já crucificado. mahatma ghandi morreu com um tiro dado pelas costas por que a morte ou o portador da mesma não teve coragem de encara-lo de frente. fica a triste impressão de que não fomos feitos para viver em sociedade. a paz sempre é silenciada e a guerra sempre fomentada. a história da humanidade e escrita com o sangue dos perdedores mas com a versão dos vencedores.alguém tem alguma dúvida de que estes povos tem justificativa plausível aos olhos deles para tais atrocidades? e que mais uma vez o sangue de inocentes vai ser o preço da hipocrisia que estes governantes tentam justificar? a vida é algo sagrado e sem preço! um dom único e inestimável, maior dádiva que existe, mas eles dispõe dela como se fosse algo inútil e pueril. bastaria que um deles capitulasse e a carnificina cessaria, mas mostrar tal fraqueza? escolher a vida? assim como no passado o orgulho e não a honra é o verdadeiro motivo de tal atrocidade. é da natureza humana ter justificativa para tudo que deseja ou não fazer. mesmo estes senhores do sangue e da guerra. mas o tempo é o senhor de todas as coisas e mesmo eles eventualmente não estarão mais entre nós. fica a imensa tristeza, pena e o vazio pelo que eles estão fazendo com o povo, as terras e por fim o mundo que em verdade não lhes pertence. eles apenas usam emprestado da geração que está por vir. tudibão0 seu luis!

    ResponderExcluir
  3. Aldebaran
    Amigo, concordo plenamente com você aquele abraço grato até aproxima!

    ResponderExcluir
  4. Aí fica difícil eu entrar na conversa... eheheh, com dois filósofos "arrebentando" com suas crônicas!!!! Parabéns aos Dois, baram e Pai, pela integridade e coerência!!!... e tenho dito!

    ResponderExcluir
  5. Amigo Aldebaran. Gostei de seu comentário,muito bom seu critério sobre meio postado abraço,até próxima!

    ResponderExcluir